Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Estranho.

Estranho sentir esse que eu sinto.
Palpitando acelerado no peito,
revolto e suave,
enchendo-me de amor,
querendo amar.

Estranho amor esse que volta.
Fazendo eu me sentir inteira,
e o coração bater de novo,
ressuscitando o que havia dentro de mim
e parecia morto.

Estranho coração esse meu.
Ama quem quer, quando quer, se quer,
não me deixa escolha,
só aponta e pula na cavidade,
fazendo doer esse estranho sentir.