Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

e esqueça.

Vi num filme:
Coloque-o no topo da sua lista de preces. Peça pela sua felicidade,peça que viva bem.
E esqueça.

- Meu Deus,eu peço que ele seja feliz,peço que o Senhor olhe por ele, que instrua seus passos,que o coloque no caminho certo,que o abençoe.
E peço que o tire da minha cabeça,que não deixe que se impregne no meu coração. Que o Senhor me ajude a esquecer, me ajude a seguir em frente.Porque vês o quanto eu fico aqui estagnada,há tantos dias esperando uma resposta,uma luz. O quanto eu fico achando que tudo ainda vai dar certo,que tudo vai ser como eu quero. Meu Deus, o Senhor sabe mais que ninguém o quanto eu quero isso. Se não vai ser assim, tire-o daqui. Não me negue sua ajuda. Não é que eu queria esquecer. É que eu preciso. E que ele seja feliz e esteja bem e que, quando for pra querer alguém pra ele,que seja uma pessoa que o queira tanto quanto eu quero. Boa noite. E que eu esqueça. Por favor.

luto.

Era uma vez uma família pobre. Mãe,pai,alguns filhos,uns 7 filhos. A mãe morreu. O pai era irresponsável. Eles não tinham onde morar e moravam junto com outra família - também pobre e cheia de filhos.
Era uma vez uma mulher do coração bom e grande, que quis ajudar e construiu,com a ajuda de uns amigos, uma casa pra eles morarem.
E eles não foram morar lá. E ninguém sabia o porquê.
Até que descobriram. Descobriram que usavam a casa pra outras coisas - relacionadas a drogas e a crimes.
E que fedia. Fedia à morte. Porque alguém morto estava lá. Enterrado.


Essa mulher é minha mãe, e essa família existe. E eles são mesmo muito pobres,assim como muitas pessoas que moram perto deles. Aquela pobreza de pé no chão e cabeça coçando com piolho no cabelo. Aquela pobreza de olhos tristes e de corpo sujo. Aquela pobreza de não ter o que comer e de não ter em que comer. De não saber ler,escrever,falar,ouvir,olhar... Aquela pobreza que não deveria mais existir,mas que existe.
Eu conheço desde que sou…

tanto amor.

Imagem
É que eu tenho tanto amor pra dar. E ninguém pra receber. É que eu guardo tanto esse amor dentro do meu peito,não guardo trancado a sete chaves ou em um cofre com senha. Guardo aqui,bem à mostra,bem fácil de se ver. E não é que eu goste que ele fiquei guardado,é só que não me restam muitas opções. Já quis que ele fosse de alguém,outro alguém já quis que fosse dele. Mas nunca pude tirá-lo daqui. Por isso,não ache estranho que eu seja sentimental ou romântica ou,até mesmo,sonhadora. É só um reflexo... Do que eu tenho por dentro.
Talvez,eu nunca ache alguém pra compartilhar esse sentimento,talvez,eu ache pra dar só metade,só um pouco... talvez,eu ache logo,daqui a um dia,ou um ano... essas coisas não costumam estar na esquina. Penso que existe alguém por aí,que precisa dele,que precisa de mim. E eu sei que é um pensamento ingênuo,mas não custa nada acreditar nisso. Por enquanto,eu vou mantendo tudo aqui perto de mim,vou guardando, vai aumentando cada vez mais. E,quem sabe, quando eu senti…

Eu vou contigo.

Diga sempre o que sente. Não se permita deixar palavras perdidas, reprimidas, pesando dentro de você.
Presas na garganta, formigando na boca.
Diga. E fique arrependido. Mas diga.
Me arrependo - de não ter dito.

estou abandonando...

Essa eterna tentativa de salvar. Salvar QUEM?
essa eterna busca de um reencontro, de um re-amor, de uma re- amizade.
Estou abandonando-a...
Talvez, nem seja abandonar. Não vai fazer diferença.
Falei hoje : - Vou parar de lutar.
E esta sou eu,largando as armas, tirando a armadura, deixando o campo de batalha.
Perdendo,quem sabe... Mas e quando é que eu ia ganhar?  Não quero mais pagar o preço por saber.
Onde está o peso que eu sentia sobre os meus ombros?
Oh,é verdade,tirei minha armadura.
Sinto ainda um pequeno desconforto. De culpa. Por que?
Não sei. Culpa sem fundamento - como sempre.

Sinto-me bem agora,leve... como se eu pudesse até voar...

o tempo

Imagem
O tempo, disse-me um conselho, cura tudo.


Só com o tempo vai passar... ...

Tempo...

... Passou o tempo...

...

Não vai passar?

faço até pacto de sangue,prometo

Uma confusão só
toda na minha cabeça
pobre cabeça
não suporta só

Uma bagunça só
no meu pobre coração
ele não aguenta só

Falo falo
e essa bagunça não diminui
Tento tento
e esses nós não se desfazem

Ai,meu Deus,
eu rezo e peço
que desfaça esses nós,Nossa Senhora
que os desfaça de uma vez
que eu prometo
nunca mais
eu vou atá-los de novo

Dessa vez,
prometo de verdade
prometo de coração
dou minha palavra
que se desfaça essa bagunça
que eu não a faço mais não.