Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Espera.

Imagem
Então sentou na grama molhada e esperou em silêncio, ouvindo o canto dos pássaros. Esperou sem pressa, deitou-se e ficou arrancando a grama, sentindo a terra nos dedos, limpou-os no vestido florido e esperou mais. Esperou uma hora, duas horas, três horas. Sentiu-se só e começou a se sentir desesperada. Já era quase noite,mas não aparecera nenhuma estrela ainda. Esperaria que aparecesse uma estrela, sempre fazia um pedido pra primeira estrela que aparecia no céu. E esperou. Como sempre esperava. E achou que pudesse esperar pra sempre, mas a noite caiu, e ela sentiu medo. Medo de ficar pra sempre só, medo de que não aparecesse nenhuma estrela. E não apareceu.
Esperou que ele fosse, esperou com todo o amor do mundo nas mãos. Pra dar quando ele chegasse. Esperou com o sorriso mais feliz, com a paixão mais intensa. E ele não foi.
Levantou-se, não olhou pra trás e foi embora. Não fez mais pedido a estrelas, nem confiou a elas suas promessas. Não esperou por ninguém nunca mais.

e eu.

E eu que vou ficar aqui depois.
Com essa angústia me sufocando.
Com essa dor na alma.
Eu que vou me encolher na cama e me enrolar dos pés à cabeça.
Eu que vou sentir falta.

prefiro um talvez.

Um desconhecido. Uma romântica.
- E, então, que sentimentos você tem por ele?
- Saudade. Carinho. Amor.
- Seus olhos brilham!
- Meu coração palpita.
- E o que sentes?
- Vontade de correr e abraçá-lo. Um abraço de não te vejo há muito tempo, não te tenho há muito tempo. Mais ainda. Um abraço de não te tive, mas sempre quis.
- E ele diria o que?
- Ele estranharia. E olharia torto. E me abraçaria por educação. E compartilharia minha felicidade, por simples vontade de ver meu sorriso, porque não é todo dia que se vê um sorriso verdadeiro, mas só isso. O que me desperta, não o desperta. O que nutro, ele não alimenta em si. O que quero, ele não quer. O que sonho, não o faz sorrir dormindo. O que penso, não passa em sua cabeça. É quase utópico esse sentimento.
- E talvez perceberia.
- E talvez rejeitaria.
- Nunca terás certeza. Talvez aceitaria.
- Prefiro um talvez. Prefiro uma dúvida à certeza de um não. Prefiro especular e continuar sonhando e planejando. Prefiro uma ilusão a uma frustraçã…

o enem.

Já passei dessa fase de vestibular, e por isso eu sei o quanto é difícil e desgastante a preparação pra enfrentá-lo. Um ano ou mais de estudo, aquela bitolação, aquele nervosimo, tudo pra conseguir passar e entrar na faculdade. Nós,estudantes, sabemos que não é fácil e que, quando acaba, parece que a gente tirou uma tonelada das costas.
Aí você vai, faz a prova para a qual se preparou tanto. Pensa que acabou, e vem uma coisa totalmente sem noção : acham que vão anulá-la. ã? como assim anular o meu vestibular? E toda aquela coisa de fazer de novo, de estudar de novo, de revisar o que você já viu umas 50 vezes! Dá vontade de explodir.
E eu sei que ainda não anularam o Enem, mas e daí. O problema não é que anulem ou que não anulem, ou que façam outra prova. O problema é que eles não estão nem aí pros estudantes. Ah, você passou 10 meses numa cadeira estudando feito louco pra passar, ficou de bunda dormente, de mão dormente de escrever, sonhou com a prova todos os dias, ficou nervoso, cho…

um espaço entre nós.

Eu aqui. Você aí.
Eu querendo estar aí.
Um espaço entre nós.

fugir por aí,

Fugir por aí
Eu e você
Pro mar, pro céu
Sem que ninguém saiba, sem que ninguém julgue, sem que ninguém veja.
Eu te levo
De barco, de avião, nos meus braços
Eu te espero
De malas prontas, de coração aberto.

partida de futebol.

Imagem
Tá bom, vai, eu entendi porque as pessoas gostam tanto de futebol. Porque elas vão ao estádio!
Eu sempre quis ir, mas nunca ninguém(meu pai) quis me levar, ai decidi ir só, não só(eu e eu), fui com uns amigos. E eu adorei. De verdade . Tipo quando eu adoro e quero ir de novo. Sempre. Tipo próximo jogo.
É muito interessante. Aquele lugar imenso, aquele monte de gente. Muita gente, muita! E aquele campo tão verde e lindo. Eu  pensei que fosse um lugar grande,mas é muito maior. Dá vontade de correr pro meio do campo. Agora virou um dos meus sonhos estar um dia no campo. É estranho mesmo. E acho que ninguém vai saber se não for,obviamente. Se alguém perguntar se assistir jogo em estádio é bom, eu vou dizer quem é tri-bom. Que vá. Que grite, que se abrace com desconhecidos e comemore com eles. Que grite nomes recém-descobertos de jogadores, que ganhe roxos nas canelas de se tacar nas cadeiras. Que seja feliz! Foi um dos dias mais felizes da minha vida. Eu me senti realizada.
Acho que por c…