guardei no lugar mais seguro que existe - dentro de mim.

Esse amor
que passou feito brisa
a mais forte que possa existir.

Que passou e deixou marcas
que nunca mais vão se apagar
que deixou um cheiro, um gosto
que não vão sair de perto de mim.

Nem que eu pudesse,
eu esqueceria.
Nem em mil anos,
eu vou esquecer.

Quero levar comigo esse sentimento
por toda parte, por todo o tempo
pela eternidade.

E, se perguntarem,
tu não te cansas de amar assim?
Eu vou responder que, pelo contrário,
cansada eu estaria se não o tivesse comigo.
Cansada eu estive, quando pensei em perdê-lo.

Que eu me revigoro só de pensar,
que eu não vivo pra isso,
mas vivo por isso.
Que eu não posso deixar que morra,
pois seria suicídio.

Se disserem que é triste carregar algo assim,
direi que não, que é belo.
Sinto-me nobre por possuir tão distinto sentimento.

Não me envergonho nem me sinto menor por isso,
sinto-me grande e diferente
pois fui escolhida dentre tantos.

É,sinto-me abençoada
de ter o coração batendo forte assim,
de ter um pensamento intenso desse jeito.

E, mesmo que seja um sentimento feito pra ficar guardado,
não é preso, é livre
é meu.

E eu guardo com o maior carinho do mundo,
com o maior cuidado,
pra que fique preservado.

Quem sabe um dia,
nessas vidas que se encontram,
eu não possa viver tamanho amor,
eu não possa receber algo de volta.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou contigo.

Botão de rosa.

um coração.