Game of Thrones.

- Me indica uma série...
- ... E tem Game of Thrones, que eu nunca vi, mas é de época e tem muita nudez.

Quando eu li, fiquei meio perplexa. Há sete meses eu conheci alguém. Era em abril, quando passa Game of Thrones. Minha série preferida. Eu disse várias vezes, certamente. Indiquei, mandei baixar, sugeri maratona quando ele estava com o pé doente. Pedi até mesmo, em um ato de desespero, pra ele baixar pra mim. Mas ele me indicou ver Game of Thrones, como se nada disso tivesse acontecido. Ah, também falou de House of Cards. Sendo que qualquer pessoa que minimamente me conhecesse saberia que meu raciocínio não capta essa série. Eu já tinha dito isso, inclusive. Lembro bem. 

E a nossa última conversa havia sido sobre não sermos vazios e não nos conhecermos bem. Eu fiquei pensando que era uma bobagem ele não saber sobre isso - que eu adorava Game of Thrones. Ninguém é obrigado a se lembrar de toda conversa que já existiu. Mas isso era significativo - pra mim. Fiquei pensando que eu poderia soltar uma piada. Mas não. Só fiquei com preguiça dele e mandei um beijo de boa noite. 

Como sempre, eu ficava com preguiça de várias atitudes dele. E pensava em nunca mais falar, em responder um sim ou um não. Várias vezes na semana, era esse mesmo pensamento. Quando não perguntava como eu estava - sendo que era a fase mais difícil da minha vida (até agora). Quando não se interessava mais a fundo sobre mim. Quando não tinha vontade de me contar a vida dele. E eu percebia que eu não sabia de nada, porque só eu contava a minha. E eu sempre recebia aquela resposta mais vazia do mundo: tudo na mesma :)

Era quando eu não via sentido. Porque eu queria profundidade. Eu era maximalista. Mas eu não poderia obrigar alguém minimalista a ser como eu, a não ser raso e comedido. A saber minha série preferida - algo que eu nem acho tão profundo, acho básico. A saber que eu gostava de praia, de pôr do sol, de cinema, de vinho. E eu ficava pensando que a gente se envolve sem querer com pessoas que não oferecem coisas que a gente gosta ou que não nos dão a felicidade que a gente quer - mas por uma simples falta de interesse em se aprofundar. E eu não achava que eu queria muito.

O que eu queria (quero) é alguém que saiba, no mínimo, que minha série preferida é Game of Thrones. Não acho que isso seja muito.

Resultado de imagem para game of thrones

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou contigo.

Tangerina.

Botão de rosa.