Bola de neve.

Parecia um floco de neve que só crescia. Virando uma bola. Talvez a mais boba das metáforas: uma bola de neve. Mas talvez porque é a que melhor descreve essa sensação. De ir se sentindo angustiada, sem fôlego, querendo gritar. Não sabia se tinha motivos. Ou se era só por ser ela mesma. Que guardava sempre isso ali dentro. Parece que pela vida toda. Quando acabava, começava de novo, como um ciclo: como uma bola de neve. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou contigo.

Botão de rosa.

um coração.