Desejo.

Eu desejo muito que as pessoas sejam felizes
Todos os dias.
Que haja alegria.
Que aquele homenzinho que vende água
corcundo, sofrido, sujo...
possa chegar em casa e ter uma mulherzinha
corcunda, sofrida, suja...
Que haja amor.
Que os filhos deles, corcundos ou não,
sejam felizes
Que carreguem livros.
Que haja educação.
Que aquela mulher de saia curta na esquina
chegue em casa e veja seu pequeno anjo sonhando
e sonhe também.
E tire o dinheiro suado do meio dos seios
murchos e cansados.
E a criança tenha almoço no outro dia
E cresça.
E tire a mãe da esquina
e bote numa casa com varanda.
E que a mãe possa assar bananas
e comê-las com canela,
sem pensar no amanhã.
Que haja sonho.
Que a criança de olhinhos tristes,
cheios de remela,
possa chegar em casa, ouvir perguntas
e cantar novas músicas.
Possa ser banhada, vestida, enfeitada,
amada.
Que não tenha o corpo grudado nos ossos,
mas a boca cheia de doces.
Que haja ingenuidade.
Que os olhos brilhem mais que as estrelas
e os dentes sorriam, brancos, brilhantes,
felizes.
Que haja beleza,
beleza da alma.
Que as flores se abram todos os dias
E que os rostos se virem
para ver o sol tocando suas pétalas.
Que os dias não queiram se acabar,
mas que se acabe a ruindade dos dias.
Que cada mão que se ergue,
cada arma que se empunha
se transforme em vida.
Que haja vida!
Que nossos sonhos não se percam,
mesmo quando deixamos de acreditar
Que sejam maiores que nossos medos.
Que todos os dias possamos ser
mais e mais felizes.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eu vou contigo.

Botão de rosa.

um coração.